Novas Barbies, mesmo sonho

Uma das notícias da semana que passou foi o anúncio dos novos modelos de Barbie. A Mattel, que amarga queda na venda das bonecas, decidiu mais uma vez se renovar e lançar a boneca em três tamanhos: alta, curvilínea e pequena. Ela também vem em diferentes etnias, da clássica loira à oriental, passando por negra, com cabelo azul e por aí vai…

 

novas barbies

 

A estratégia para alavancar as vendas tem tudo a ver com a ideia que a Barbie prega desde sua primeira boneca, lá na década de 1950: que você pode ser o que quiser. Muita gente levantou bandeiras de que a Barbie pregava o culto à beleza irreal e ao consumismo. Não tiro a razão de ninguém, afinal as pessoas tem motivos para achar isso, mas sou uma grande defensora do caráter sonhador da Barbie. Ela era o meu brinquedo favorito na infância (já contei essa história aqui. Se você não lembra ou não viu, é só clicar) e eu ainda mantenho duas bonecas no meu quarto. Assisti a Barbie ir para o espaço em Barbie e Os Roqueiros centenas de vezes.

 

Sobre ser fã de Barbie no começo dos anos 1990, com um pé nos 1980; essa música vai ficar na sua cabeça, já aviso

A Barbie de fato permitia que fosse você quem você quisesse ser. Essa foi a ideia original de Ruth Handler, criadora da boneca e uma das fundadoras da Mattel, em uma época em que só existiam bonecas bebê, afinal mulher nascia para ser mãe, cuidar da casa e ponto final. As bonecas adultas foram um escândalo na época (“que mãe compraria uma boneca com seios?!”), mas também um grande sucesso: agora as meninas podiam sonhar em ser mães (quem lembra da Barbie grávida?), mas também em ter uma profissão.

O problema é que, quando a gente cresce, muitas vezes esquecemos de que realmente podemos ser o que quisermos. Afinal, é mais fácil criar uma história para uma boneca do que ter coragem para criar a sua própria história. Com a renovação, a Barbie mais uma vez enfatiza que qualquer pessoa pode seguir o seu sonho. Basta não ter medo de mudar.

IMG_4919

Não sei vocês, mas a minha Barbie sempre teve a minha cara… Ok, eu tive Barbies loiras também

P.S.: vocês já seguem a Barbie no Instagram? Façam isso, por favor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s