Liquidações: o jeito certo de encher a sacola de compras

E aí, minha gente, como vão? Confesso que nessa manhã fui nocauteada por uma gripe e não estou nem de longe “uma Brastemp”, mas vamos que vamos! E hoje o papo é bom porque vamos falar de liquidações.

Image

Gente, eu fui ao shopping no último domingo e simplesmente está tudo em liquidação: tudo mesmo! Hoje também começou a liquidação das lojas Marisa, que abriram às 7h (exceto as de shoppings) para as consumidoras atacarem suas araras. Confesso que pensei em ir, mas a gripe foi mais forte e eu já havia aproveitado as liquidações da Riachuelo e da C&A no fim de semana. Em uma, o digníssimo namorado comprou as calças jeans que estava querendo por menos de R$ 50 cada. Na outra, finalmente comprei um Martha Medeiros para chamar de meu!

É fato que as liquidações deixam a gente meio maluca. Queremos experimentar a loja inteira e, se servir, levá-la para casa. Mas é preciso ter algumas coisas em mente antes de passar no caixa com uma senhora pilha de roupas…

Image

A primeira delas é “seja fiel ao seu estilo”. Liquidações são ótimas para garimpar peças que você realmente precisa ou que combinam com seu jeito de vestir. O último grito da moda provavelmente não vai ser uma boa, nem se estiver por um preço camarada (o que normalmente não acontece). Aproveite as queimas de estoque para comprar básicos, como uma camisa branca, uma sapatilha ou uma calça jeans reta, essas peças que você compra por pouco mas que vão durar para sempre no seu guarda-roupa. Além disso, invista em peças que você já gosta bastante. Se adora couro, já compre jaquetas e bolsas. Se gosta de brilho, faça o rapa nos acessórios. Ama renda? Compre um Martha Medeiros! rs

Outra boa dica, que pode parecer óbvia mas não é, é experimentar as roupas. Não faça a “baciada” e corra para o caixa como se alguma desvairada fosse roubar as peças que você achou. Vá com tempo para experimentar cada uma. A Riachuelo, por exemplo, está liquidando peças de suas coleções em parceria com estilistas, como Martha Medeiros (ok, já chega rs), Juliana JabourMaria Garcia e muito mais. Não compre nunca pela etiqueta apenas: não é só porque a peça é de grife que combina com você, ou cai bem no seu corpo. Perca uns minutos no provador: eles serão bem úteis.

Muito importante: não se deixe levar pela palavra liquidação e achar que tudo está barato. Nem sempre, sabia? Você pode entrar em uma loja e achar que pagar R$ 100 em uma blusinha é uma tremenda economia, e não é. Tenha noção do quanto você pode gastar, para não se tornar refém do seu próprio cartão de crédito. Nada de fazer a Becky Bloom, hein?

Image

Bom, é isso. Agora é só partir para as compras!

Fashion Five: cinco estilistas, três peças e um sonho

E ontem, domingo (4), fui conferir a estreia do Fashion Five, a nova coleção da Riachuelo. Fiquei bem curiosa para ver as peças que grandes estilistas brasileiros iriam fazer para uma rede de fast fashion, assim como fui conferir Stella McCartney na C&A (não lembra? Clica aqui que eu te lembro) ou Cris Barros, Pedro Lourenço e Thais Gusmão – essa eu comprei… – também na Riachuelo.

Fui à loja da Riachuelo aqui no Shopping Internacional Guarulhos, e encontrei bastante variedade de peças. Além das belíssimas roupas de festa, André Lima, Huis Clos, Martha Medeiros, Maria Garcia e Juliana Jabour também desenvolveram acessórios para a rede de lojas. Uma forma mais barata de adquirir uma peça grifada para chamar de sua.

E ênfase no mais barata. Claro que, se formos pensar, são vestidos de festa assinados por estilistas brilhantes. Logo, cobrarem quase R$ 200 por uma peça é até compreensível…

Bom, eu levei três peças comigo para o provador. E agora eu levo você, caro leitor, comigo.

[Só para ressaltar, é importante: tenho manequim 38]

Peça #1 – saia preta André Lima

Sinceramente? No cabide parecia mais bonita. Se você quer um André Lima para chamar de seu, aposte nos longos, que realmente são belíssismos. O corte da saia faz com que ela não vista bem os manequins pequenos, imagine os grandes…

Peça #2 – vestido off-white drapeado Maria Garcia

Uma surpresa. Não achei que ficaria tão bonito no corpo, por ser todo drapeado. É chique para casamentos diurnos e – por que não? – um Reveillon caprichado?

Peça #3 – vestido de tafetá com renda Martha Medeiros

Fiquei apaixonada por este vestido. De verdade. Cheguei a voltar na loja e olhá-lo novamente para ter certeza de que não o compraria. Mas voltei para casa pensando nele. Combinação elegantérrima de Martha Medeiros, um capricho.

Dúvidas? Sugestões? Comentários sobre o Fashion Five? Comentem!

* Caso eu não tenha deixado bem claro, esse vestido Martha Medeiros é uma excelente opção de presente de Natal, ok? rsrs